Visita Singular

Ciclo de visitas orientadas no âmbito da Rota das Catedrais a Norte

Música e Poesia invadem Catedrais do Norte Música, poesia e outros elementos surpresa fazem parte do programa do Ciclo de Visitas Orientadas que a Direção Regional de Cultura do Norte promove, em 2018 e 2019, no âmbito da Operação Rota das Catedrais a Norte.

O objetivo desta ação visa proporcionar uma visita qualificada às Catedrais que, por um lado, constitua um exemplo prático do que deve ser a interpretação patrimonial e, por outro, permita estimular nos visitantes o sentimento de pertença em relação ao património, sensibilizando o público para a sua importância e necessidade de salvaguarda.

Assim, o público é desafiado a participar numa visita orientada sempre por uma personalidade local que guiará os participantes pelas Sés, com principal enfoque nos aspetos mais relevantes do património. Durante o percurso, os visitantes serão surpreendidos com inesperados momentos de poesia e música, transformando a experiência da visita num evento cultural único.

Em 2018, o Ciclo de Visitas Orientadas irá decorrer na Sé de Vila Real, Sé de Braga, Concatedral de Miranda do Douro e Sé de Viana do Castelo; seguindo-se, em 2019, a Sé do Porto, Sé de Lamego e Sé de Bragança.

A segunda iniciativa deste Ciclo vai decorrer na Sé Catedral de Braga, nos dias 21 de julho (18h15) e 22 de julho (15h30), com entrada livre, sendo conduzida por Fernanda Barbosa (Tesouro – Museu da Sé de Braga), Isaque Ferreira (bibliógrafo e leitor de poesia) e Blandino (músico).

Propõe-se estabelecer um diálogo acurado entre a herança cultural e histórica dos monumentos e a expressão artística, nas suas manifestações literária e musical.

Tomando como ponto de partida La Cathédrale engloutie de Claude Debussy e o poema homónimo de Jorge de Sena, é desencadeado o recorte de compromisso sobre o lugar de permanência, e o que ele encerra – tesouros, detalhes, envolvente humana e paisagística – em conciliação com o lugar de silêncio, agora habitado por vozes, ecos e palavras, harmonias e ritmos, matéria do poético e do simbólico, elementos totais, tangíveis ao imaterial e aos sentidos.

O Ciclo de Visitas Orientadas integra a Operação Rota das Catedrais a Norte, sendo cofinanciada pelo Programa Operacional Regional Norte 2020.

Culto na Catedral

A Catedral tem vida cultual diária. O Cabido assume como uma das suas obrigações a presidência na celebração diária da Eucaristia. A designada ‘Missa do Cabido’, celebrada ao domingo, é especialmente solenizada.

Considerações gerais e possíveis recomendações

  • Neste lugar de culto, só o silêncio pode assegurar as condições propícias à meditação, mas também à tranquilidade e respeito por todos os que desejam usufruir do espaço.
  • Apenas é cobrado um bilhete a quem vem visitar a Catedral. Quem vem rezar tem entrada livre. Se esta é a sua intenção, por favor, informe o funcionário da recepção e será guiado até ao local.
  • Solicita-se aos fiéis a maior compreensão e tolerância para com os visitantes e a aceitação da função turístico-cultural.
  • Durante o culto não são permitidas as visitas turísticas.
  • O percurso de visita pelo interior da Catedral deve decorrer com discrição.
  • Tratando-se de um espaço de culto, os horários de visita podem sofrer alterações motivadas pelos serviços religiosos. Para uma maior fiabilidade, pedimos que, antes de agendar a visita, consultem os horários dos serviços religiosos disponibilizados neste site, ou contactem os serviços técnicos do Tesouro-Museu através do telefone ou via email.
  • No interior da Catedral e nas Capelas pode-se fotografar sem flash.
  • No interior do Tesouro-Museu é proibido fotografar.
  • Não é permitida a entrada de animais, salvo os cães-guia.
  • O percurso no interior da Catedral será deixado ao critério do guia credenciado, que definirá os pontos a informar.

Endereço

  • Catedral de Braga
    Rua D. Paio Mendes
    4700-424 Braga

Catedral de Braga

Horário Visitas

  • 09h30 – 12h30
    14h30 – 17h30 (18h30 no Verão)

Horário Catedral

  • 08h00-18h30 (Outubro-Março)
    08h00-19h00 (Abril-Setembro)

© Sé de Braga.
Todos os direitos reservados